“Eles não leem gramáticas”

Adorei este texto do Sírio Possenti. Quando estou revisando e me deparo com esses casos de índice de indeterminação de sujeito, como na frase “vende-se casas”, sempre tenho que parar e raciocinar com muita calma. Bom, se até o Luis Fernando Veríssimo escorrega nesse ponto…

Mas dá pra chamar de “escorregão” mesmo?

Claro que, de acordo com a norma culta, o correto é “vendem-se casas”. Mas também precisamos ter em mente que a língua é feita pela massa, não pela minoria dos gramáticos, e que muitos “erros” de português na verdade são evoluções naturais (que tentamos frear pra manter a norma culta sempre quadradinha e pouco acessível a todos).

http://cienciahoje.uol.com.br/colunas/palavreado/eles-nao-leem-gramaticas


3 de março de 2015